Arquivo Público digitaliza documentos sobre a História da Educação em São Paulo

Por Cristina Salvadeo em 17 de março de 2011
Um novo conjunto de documentos do acervo do Arquivo Público do Estado de São Paulo já está disponível no site temático “Memória da Educação”. São mais 4 mil ilustrações, fotografias e relatórios que revelam detalhes da história escolar no Estado de São Paulo nos séculos XIX e XX. Com a inclusão do material sobe para 25 mil o número de documentos relativos à educação digitalizados pelo Arquivo.


No endereço www.arquivoestado.sp.gov.br/educacao podem ser acessadas informações sobre o ensino no interior do Estado, com destaque para documentos inéditos das regiões de Campinas, Araraquara, Casa Branca, Guaratinguetá e Santa Cruz do Rio Pardo.

Os relatórios, elaborados pelas Delegacias Regionais de Ensino, tratam de assuntos referentes às atividades administrativas e pedagógicas das escolas da época: quadro de funcionários e funções, quantidade de classe e matrícula ofertadas em escolas, gráficos demonstrativos do desempenho dos alunos por município, fotografias das atividades escolares, condições físicas dos prédios, entre outras.

Toda a documentação utilizada (cerca de 9 km lineares) faz parte do acervo do Arquivo Público do Estado de São Paulo. O site será atualizado periodicamente, com a inclusão de mais documentos sobre a História da Educação. Completam a página alguns artigos publicados pelo o Arquivo Público sobre o tema.

Sobre o Arquivo Público do Estado de São Paulo
O Arquivo Público do Estado de São Paulo é um dos maiores arquivos públicos brasileiros. Sua função é formular uma política estadual de arquivos e recolher, tratar e disponibilizar ao público toda documentação de caráter histórico produzido pelo Poder Executivo Paulista. A instituição mantém sob sua guarda aproximadamente 6 mil metros lineares de documentação textual permanente, 17 mil metros de documentação intermediária, 900m de material iconográfico, grande quantidade de jornais e revistas e uma biblioteca de apoio à pesquisa com 45 mil volumes.

Fonte: Arquivo Público do Estado de São Paulo

0 comentários:

Postar um comentário