EAD Planet - novo endereço

Por Cristina Salvadeo em 26 de novembro de 2015

Caros leitores e participantes do Método EAD,

nesses 7 anos de existência, o nosso blog cresceu muito e percebemos a necessidade de termos um espaço e endereço próprios.
Informamos oficialmente que, a partir de 27 de novembro de 2015, dia nacional da EAD, mudamos de "mala e cuia" para o EAD Planet:
Somos as mesmas autoras (Rosangela Maria Cunha e Cristina Salvadeo) e convidamos a todos para visitarem o EAD Planet.
Lembramos que o espaço (o do Método EAD) será desativado em breve.
Fiquem tranquilos, pois todo o conteúdo do Método EAD, sempre prestigiado com a sua participação, está de cara nova e será migrado para o novo endereço ( http://www.eadplanet.com.br ), com muitas novidades, atualizações, promoções e divulgação de vagas de trabalho, eventos e cursos gratuitos.
Convidamos a todos para continuarmos essa jornada, cada vez mais bem informados e atuantes na educação a distância.
Aguardamos a sua visita e participação.

Curtam muito e tragam novos amigos.
Leia Mais ►

Indicadores de Desenvolvimento Brasileiro 2001-2012

Por Cristina Salvadeo em 6 de junho de 2014
Sob a coordenação da Assessoria Econômica do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão com a participação do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Ministério da Educação, Ministério da Saúde, Ministério das Comunicações, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada e Secretaria de Planejamento e Investimentos Estratégicos do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, foi publicado o documento Indicadores de Desenvolvimento Brasileiro 2011 - 2012.

Acesse o documento na íntegra.

Leia Mais ►

Trabalho em telessala leva estudantes a produzir filme

Por Cristina Salvadeo em 4 de junho de 2014
A professora Irene Maria de Medeiros é adepta das teleaulas. Na Escola Estadual Capitão-Mor Galvão, no município potiguar de Currais Novos, ela é orientadora do ambiente da telessala, que considera importante e capaz, em combinação com outros espaços, de ampliar as possibilidades de aprendizagem.

“A telessala, aliada ao projeto TV Escola-Multidisciplinar, pode ser, cada vez mais, um ponto de partida e de chegada”, diz Irene. “Nesse espaço, que defendo como um ambiente estimulador, pois adota as mídias de forma construtiva, atendo alunos do terceiro ano do ensino médio noturno diferenciado, com projetos interdisciplinares”, explica.

Na metodologia de telessala são combinados diversos recursos didáticos para favorecer a aprendizagem. O grupo de estudantes é conduzido por um orientador, responsável pela organização do ambiente e pelo desenvolvimento da aula. A telessala é, assim, um ambiente de aprendizagem, de investigação, pesquisa, construção e criatividade, com o apoio de equipamentos eletrônicos. “Educar com novas tecnologias é um desafio, mas podemos fazer adaptações”, destaca a professora, com conhecimento de causa. Seu projeto, O Prazer de Educar na Arte do Fazer Cinema, que usa como ferramenta um telefone celular, foi um dos vencedores da sétima edição do Prêmio Professores do Brasil em 2013, na subcategoria Educação Digital Articulada ao Desenvolvimento do Currículo.
“Apresentar ao aluno a linguagem do cinema usando um simples celular serve de alerta a nós, professores”, enfatiza. “Precisamos aprender a gerenciar vários espaços integrados de forma aberta, equilibrada e inovadora, pois só assim avançaremos de verdade e poderemos falar de qualidade na educação, onde a tecnologia seja um apoio facilitador da aprendizagem humanizadora.”

Segundo Irene, só com muita determinação e força de vontade foi possível desenvolver o projeto. “E a interação entre a família e a escola foi crucial”, destaca. O projeto contou com algumas parcerias e com o apoio da Secretaria de Educação do Rio Grande do Norte. “A escola nos apoiou em todos os momentos, sempre aprovando as ideias e colocando, na medida do possível, materiais disponíveis para a execução das filmagens”, afirma.

Como o propósito da professora era orientar os alunos sobre a linguagem do cinema, ela aproveitou o que eles tinham em mente para, a partir daí, orientá-los na criação do roteiro. O filme, A Revolta de Lampião, tem cenas de ação, romance e um toque de humor. O personagem principal é Virgulino Ferreira da Silva [1898-1938], cangaceiro nordestino, conhecido como Lampião.

Parte do filme foi realizada em Povoado da Cruz, localidade próxima. Os estudantes foram muito bem recebidos pelos moradores. “Algumas cenas precisaram ser gravadas até 15 vezes, sob o sol. Mas o resultado final ficou maravilhoso”, avalia a professora. Este ano, ela dará sequência ao projeto, com novo assunto. Como 2014 é ano eleitoral, ela enfocará o tema Democracia e Cidadania: meu Voto Consciente. Para tanto, pediu a participação de professores de filosofia, sociologia, língua portuguesa e história. “O projeto vai ser de grande significado para a instituição de ensino e para o aprendizado dos nossos alunos”, diz.

Irene entende que cada educador deve escolher a mídia educacional que melhor se encaixa em sua disciplina e em seu cotidiano a fim de tornar a sala de aula um ambiente interativo e prático, que busque a relação entre o aprender e o ensinar. Pedagoga e pós-graduada em tecnologias em educação, ela atua no magistério há 32 anos.

Fátima Schenini
Fonte: MEC
Leia Mais ►

Doutorado obtido em países do Mercosul precisa ser revalidado

Por Cristina Salvadeo em 2 de junho de 2014
O Acordo de Admissão de Títulos e Graus Universitários para o Exercício de Atividades Acadêmicas nos Estados Partes do Mercosul não afasta a obediência ao processo de revalidação previsto na Lei n.º 9.394/1996. Com essa fundamentação, a 6.ª Turma do TRF da 1.ª Região manteve sentença da 1.ª Vara da Seção Judiciária do Piauí, que negou o reconhecimento do diploma de doutorado obtido em país membro do Mercosul sem a revalidação prevista na legislação.

Consta dos autos que o apelante em questão entrou com ação na Justiça Federal requerendo a declaração de validade nacional, em caráter definitivo e para todos os fins, do título de Doutor, expedido pela Universidad Del Museo Social Argentino, sem o procedimento de revalidação. O pedido foi negado em primeira instância, o que motivou a parte autora a recorrer ao TRF da 1.ª Região.

Na apelação, o autor sustenta, em síntese, que a admissão dos títulos de pós-graduação obtidos em instituições de países membros do Mercosul independe da revalidação prevista na Lei 9.394/96, nos termos do disposto no Acordo de Admissão de Títulos e Graus Universitários para o Exercício de Atividades Acadêmicas nos Estados Partes do Mercosul.

Os argumentos não foram aceitos pelo relator, desembargador federal Kassio Nunes Marques, que, em sua decisão, explicou que o citado Acordo tem por objeto facilitar o intercâmbio de pessoal técnico e científico entre os países signatários, para fomentar a melhoria da qualidade acadêmica em nível regional. Entretanto, o Conselho Nacional de Educação (CNE), órgão do Ministério da Educação, editou a Resolução CNE/CSE 3/2011, que, em seu art. 7.º, dispõe que a validade nacional do título universitário de mestrado e doutorado obtido por brasileiros nos Estados Partes do Mercosul exige reconhecimento conforme a legislação vigente, ressaltou o magistrado.

Por essa razão, não há que se falar em reconhecimento automático, sem os procedimentos administrativos de revalidação do diploma previstos na Lei 9.394/96, àqueles estrangeiros provenientes de Estados membros do Mercosul, vez que nenhum de seus dispositivos traz tal previsão?, esclareceu o relator.
O desembargador Kassio Nunes Marques ainda destacou que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) já se pronunciou sobre a matéria no sentido de que o Acordo de Admissão de Títulos e Graus Universitários para o Exercício de Atividades Acadêmicas nos Estados Partes do Mercosul (promulgado pelo Decreto 5.518/2005) não afasta a obediência ao processo de revalidação previsto na Lei 9.394/1996. A decisão foi unânime.

Nº do Processo: 0001488-38.2009.4.01.4000

Fonte: Tribunal Regional Federal da 1ª Região
Leia Mais ►

Cientistas criam vírus que é transmitido pelo som

Por Cristina Salvadeo em 12 de dezembro de 2013
Em plena era smart é realmente impressionante a notícia que o Olhar Digital divulgou (!):
Cientistas desenvolveram um método de distribuição de softwares maliciosos que dispensa internet ou qualquer outro tipo de rede. Os programas são enviados de um computador para o outro pelo som.
O malware consegue se apossar do microfone do computador e usar uma frequência inaudível para acionar outra máquina. Nos testes, foi possível transferir senhas e uma pequena quantidade de dados a uma distância de quase 20 metros. Usando repetidores de áudio, entretanto, é possível fazer essa comunicação entre distâncias muito maiores. As descobertas foram feitas por pesquisadores do Instituto Fraunhofer de Comunicação, Processamento de Informação e Ergonomia e repercutidas pelo Ars Technica.
Fonte: Olhar Digital
Leia Mais ►

Governo do Estado de São Paulo faz parceria com Google

Por Cristina Salvadeo em 6 de dezembro de 2013
A recente parceria firmada entre o Governo do Estado de São Paulo e o Google disponibilizará uma plataforma online em ambiente colaborativo que conterá aplicativos e ferramentas que visarão facilitar a prática escolar.
Além de permitir a interação entre escolas e órgãos administrativos, a ferramenta trará aulas online, aplicativos, videoconferências, criação de grupos por disciplina ou área de interesse e disponibilização de novos conteúdos. Os alunos da rede estadual pública de ensino contarão ainda com e-mails personalizados com capacidade de 25 GB, para o armazenamento e a troca de material entre eles. "Uma série de facilidades com essa ferramenta que permitem que o aluno, fora do muro da escola, tenha um aprendizado mais interativo e ainda mais abrangente", disse o Governador Geraldo Alckmin.
Leia Mais ►

Luto: Mandela 1918 - 2013

Por Cristina Salvadeo em 5 de dezembro de 2013
O Método EaD está de luto hoje e faz, das palavras de Mandela, as nossas:

Leia Mais ►

Inglês online para servidores da SEE

Atenção professores, diretores, agentes escolares e demais servidores que atuem nas escolas estaduais de São Paulo e que estejam interessados em aprender uma nova língua: estão abertas as inscrições para uma nova turma do curso de Inglês online.
O curso é oferecido pela Escola Virtual de Programas Educacionais (EVESP) e pela Escola de Formação e Aperfeiçoamento dos Professores (EFAP), e tem duração de 90 horas, divididas em duas etapas de 45 horas cada. São oito módulos ao todo, correspondendo a quatro meses de duração.

As inscrições podem ser feitas até o dia 10 de dezembro (2013) e as aulas poderão ser acessadas a partir do dia 14.

Saiba mais sobre o curso no Boletim 31.


Leia Mais ►

UNIFEI abre vagas para curso gratuito de pós-graduação a distância

Por Cristina Salvadeo em 4 de dezembro de 2013
A Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI) está com inscrições abertas para o curso de pós-graduação gratuito em Tecnologias, Formação de Professores e Sociedade - Especialização.

O curso será ministrado pelo sistema da Universidade Aberta do Brasil (UAB) e será oferecido, nesta edição, para os seguintes polos de apoio presencial:

  • Araras (SP)
  • Resende (RJ)
  • Cambuí (MG)
  • Santos (SP)
  • São José dos Campos (SP) 


Atenção com os prazos
Período de inscrição: 13/11/2013 a 10/12/2013 (até as 23h59)

Taxa de inscrição: R$ 30,00
Vagas: 150 (30 por pólo)

Veja mais detalhes no edital de seleção do curso.
Leia Mais ►

Professores receberão tablets em 2014

Por Cristina Salvadeo em 2 de dezembro de 2013
O ministro da Educação, Aloizio Mercadante anunciou que, em 2014, o Ministério da Educação (MEC) irá distribuir tablets para professores do 6º ao 9º ano do ensino fundamental de escolas públicas. Além disso, também no ano que vem,os professores receberão capacitação para usar o equipamento. A intenção do MEC é que todos os professores da rede pública tenham o próprio tablet.

A distribuição do equipamento começou com os professores do ensino médio. Segundo o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), foram comprados mais de 460 mil tablets para professores do ensino médio.

No entanto, ainda não há previsão de quantos professores do ensino fundamental serão contemplados em 2014. De acordo com dados do Censo de 2012, são mais de 800 mil professores na etapa.

Para adquirir os tablets, os estados incluem o pedido de aquisição na adesão ao Plano de Ações Articuladas (PAR). Após a adesão e com a aprovação do PAR, o FNDE repassa recursos para os estados. São os estados que fazem a aquisição do equipamento diretamente com as empresas vencedoras do pregão. De acordo com o FNDE, todos os 26 estados e mais o DF fizeram adesão para aquisição de tablets na etapa anterior.
Em 2012, segundo o MEC, o governo pagou quase R$ 300 pelo tablet de 7 polegadas (1 polegada é igual a 2,54 centímetros) e aproximadamente R$ 470, pelo de 10 polegadas. No mercado, conforme o ministério, o equipamento de 7 polegadas custava cerca de R$ 800.

Fonte: Agência Brasil

Lembramos que, em outras ocasiões o governo já promoveu outros programas de distribuição de equipamentos entre docentes e alunos, como foi o caso do Programa um computador por aluno.
Leia Mais ►