Projeto que financia banda larga nas escolas terá urgência

Por Rosangela Maria Cunha em 11 de setembro de 2009

Os líderes dos partidos, do governo e da minoria, assinaram pedido de urgência para o Projeto de Lei 1481/07, que amplia a destinação dos recursos do Fundo de Universalização das Telecomunicações (Fust) para financiar a universalização da internet em banda larga. O projeto pode ser votado nos próximos dias pelo plenário.
A proposta foi aprovada em junho do ano passado pela comissão especial que a analisou. Pelo texto, os recursos do Fust poderão ser utilizados para expandir serviços de internet. A prioridade será a conexão de todas as escolas públicas por banda larga até 2013, mas o Fust também poderá ser usado na universalização do acesso à internet para pessoas de baixa renda.
A legislação atual permite apenas o uso do Fust nos serviços de telefonia fixa. Estima-se que o fundo já tenha acumulado R$ 8 bilhões.
Na semana passada, o líder do PT, deputado Cândido Vacarezza (SP), apresentou pedido de urgência para a proposta, obtendo apoio dos demais líderes.
O relator do projeto na comissão especial, deputado Paulo Henrique Lustosa (PMDB-CE), disse que a matéria é prioridade para o governo. Segundo ele, a votação está na dependência apenas do fim da obstrução iniciada pela oposição em protesto contra o regime de urgência constitucional dos projeto relativos ao pré-sal. Segundo ele, a oposição
não faz nenhuma restrição ao texto aprovado pela comissão.
O presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática, deputado Eduardo Gomes (PSDB-TO), afirmou que o pedido de urgência também atende a uma reivindicação de parlamentares ligados à ciência e à tecnologia.
O projeto que altera a legislação do Fust já passou pelo Senado, mas, como foi alterado pela Câmara, voltará para nova análise dos senadores.

Fonte: Agência Câmara.

0 comentários:

Postar um comentário