Estudantes são preparados para usar tecnologias da informação

Por Cristina Salvadeo em 4 de junho de 2010
As primeiras turmas do programa Aluno Integrado começaram a se reunir nesta semana em todo o país. No Centro de Ensino Fundamental do Recanto das Emas, na região administrativa do Distrito Federal, a 25 quilômetros de Brasília, os estudantes receberam a primeira aula do projeto criado pelo Ministério da Educação. O programa prepara alunos da rede pública, do nono ano do ensino fundamental ao terceiro ano do ensino médio, para uso das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) na escola.

Felipe Lisboa, aluno do primeiro ano do ensino médio, já planeja o futuro após o curso de capacitação. “Esse curso vai me ajudar muito, pois quero seguir carreira na área de informática. Além disso, auxilia meu estudo em todas as disciplinas”, afirma. Segundo o tutor da turma, Sérgio Soares, o projeto do MEC vai significar avanços concretos para o alunos. “A maior parte dos projetos é voltado para os professores; este tem uma preocupação com a preparação dos alunos”, completa. Para ele, a aula com uso da tecnologia desperta a inclusão digital dos estudantes e os motiva a estudarem mais.

Durante o curso de capacitação, o aluno aprenderá a monitorar diversos ambientes informatizados e poderá auxiliar outros alunos, professores, gestores e a comunidade no desenvolvimento de projetos que envolvam o uso das tecnologias digitais. Além disso, poderá colaborar no processo de ensino e aprendizagem e também na formação de outros alunos, garantindo a multiplicação do conhecimento.

A primeira aula do curso é presencial e tem quatro horas de duração. O restante das aulas será ministrada a distância, com uma carga horária de 180 horas (cinco meses), dividida em quatro módulos. Além de aprenderem sobre a história da informática, os participantes também têm oportunidade de ter aulas sobre o hardware (equipamentos), a manutenção de computadores e os sistemas operacionais. Para quem quiser saber mais, pode enviar mensagem para o correio eletrônico do Aluno Integrado.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Seed - MEC

0 comentários:

Postar um comentário