Educação ganha espaço em fórum internacional de software livre

Por Cristina Salvadeo em 25 de junho de 2009
Open sourceCom mais de oito mil participantes e trezentas atividades paralelas, o maior evento de tecnologia do país, o 10º Fórum Internacional do Software Livre, realizado em Porto Alegre (RS), abre um espaço expressivo para a educação. A edição deste ano conta com a participação ativa do Ministério da Educação, palestras e estandes que visam à inclusão social e a democratização do acesso ao ensino e à tecnologia. Desta quarta-feira, 24, a sábado, 27, profissionais das duas áreas terão a oportunidade de conhecer alguns dos maiores programas desenvolvidos pela Secretaria de Educação a Distância (Seed), como o Linux Educacional e o Programa Nacional de Tecnologia Educacional (ProInfo).

Criar atrativos para que o aluno possa se desenvolver e potencializar seu aprendizado na escola são fundamentais nos dias de hoje na visão do professor de informática do Senac de Porto Alegre, Marcelo Neves. Visitante do fórum, ele conheceu os computadores do ProInfo e o Linux Educacional. Neves descobriu o que julgou como “ferramentas necessárias para trabalhar” em sala com seus alunos. “E não apenas na área de informática. O software permite que professores de qualquer área desenvolvam melhor seus conteúdos durante as aulas e prendam a atenção do estudante”, avaliou. Para ele, o software educacional estimula a criatividade e muda o conceito de educação. “É uma interface intuitiva que torna o processo educativo mais interessante”, assinalou.

O ProInfo chega hoje a 25 mil escolas urbanas e nove mil rurais. Durante o fórum, os visitantes têm a oportunidade de conhecer o equipamento distribuído para escolas públicas de todo o Brasil. Com o novo sistema, até quatro terminais podem ficar ligados a uma única máquina no ProInfo Rural e duas no ProInfo Urbano.

Outra novidade apresentada no estande no MEC é o Portal do Aluno. O projeto começou a ser desenvolvido no início do ano e funciona como um site de relacionamento interligado ao Portal do Professor. Voltado para jovens de 12 a 18 anos a rede social dispõe de ferramentas de colaboração, aprendizagem, interação e para fomentar o crescimento de comunidades virtuais nas escolas. O portal deve ser lançado oficialmente até o fim deste ano.

Os visitantes também verão como funciona o Projetor ProInfo que ainda está em fase de teste em três escolas públicas de Florianópolis (SC). O aparelho que pesa aproximadamente cinco quilos tem as funções de projetor e computador portátil. A vantagem, além de transformar dois aparelhos em um, é que ele precisa apenas de um cabo para ser conectado à tomada e dois minutos para funcionar. Possui teclado, mouse, caixas de som acopladas e ainda permite conexão à internet sem fio para facilitar o trabalho do professor.

Durante o evento ainda haverá palestras sobre o desenvolvimento de ferramentas educacionais, migração de software proprietário para software livre, educação a distância e soluções de tecnologia livre do MEC e do ProInfo. A programação pode ser consultada na página eletrônica do fórum.

Fonte: Mec

0 comentários:

Postar um comentário